domingo, 30 de dezembro de 2012

Resumo das recentes realizações de uma paciente portadora de T.A.B.:

Há dias em que tudo que eu quero é dormir,
Tudo que preciso é fugir dos afazeres,
Esquecer das montanhas de pendências, 
E deixar a vida passar...


Há outros em que tudo o que quero é pular e cantar,
Nestes, estou tão confiante que penso poder voar.
Dias em que a produção é excelente e quase chega a compensar os outros.
Mas são meros momentos de euforia.


 Há ainda aqueles em que estou equilibrada.
Dias em que tenho sonhos, tenho planos, mas os pés no chão.
Frustro-me, sofro, choro, mas também venço, relaxo e sorrio em paz.
Se você me perguntar se é fácil viver cada um deles, dar cada passo, eu lhe afirmo  que não. Porém, o que importa não é se andamos rápido ou devagar, com ou sem dores, caindo ou não.



O importante é que é confiar que Deus é conosco e que é possível vencer sim, vejam abaixo como eu consegui dar alguns passos significativos.


Feliz 2013 a todos aqueles que acompanham este blog, vamos juntos fazer a diferença com a consciência de que necessitamos de Deus, nossa família, nossos médicos e do tratamento para que possamos vender nossa luta diária. Este é meu desejo e oração. E aqueles que são familiares ou amigos de portadores de T.A.B. lembrem-se de estar ao nosso lado, precisamos de vocês.

Grande beijo.


Teresa Azevedo

               
Resumo das minhas recentes realizações apesar de ser uma paciente portadora de T.A.B.:



Teresa Azevedo é poeta, escritora e acadêmica da Academia Nacional de Letras do Portal do Poeta Brasileiro – titular da cadeira 06.

Publicou nove livros:
Os autorais:
1)      "Caramelos emaranhados - romance", que deflagra a campanha de doação de órgãos e tecidos com o mesmo nome.
Compre aqui o livro 'Caramelos emaranhados'
2)      “Poesia com Brandy” – prosa e poesia
Compre aqui o livro 'Poesia com Brandy'
3)      “Peripécias de Poeta” – prosa e poesia
Compre aqui o livro 'Peripécias de poeta'
4)      “Reflexos no Espelho” – pensamentos e frases
Compre aqui o livro 'Reflexos no Espelho'
5)      “Poéticas Confidências Libidinosas” – poesias sensuais
Compre aqui o livro 'Poéticas Confidências Libidinosas'
6)      “Faíscas da Paixão” – prosa e poesia
Compre aqui o livro 'Faíscas de Paixão'
7)      “Espelhos & Olhos” - pensamentos e frases
http://www.livrariacultura.com.br/Produto/LIVRO/ESPELHOS-OLHOS/22515453
E as coletâneas:
1)      “Homenagem a Aline Romariz - cinquenta anos de vivacidade e luta poética”
Compre aqui o livro 'Homenagem Aline Romariz'
2)      "CENAPEC - História e Poesia"
Participou de várias antologias.
Foi 1° lugar na categoria Crônica do Mapa Cultural 2011 - Fase Municipal (Campinas) com a crônica “Encontro de Três Tempos” e 4º lugar no XXXI Concurso Internacional Literário Edições AG. Ganhou medalha de ouro em 2011 e 2012 no concurso do blog Erotismo com Arte com o conto “Um Intruso Adorável” e “Adeli, à flor da pele”.
Roteirista e contrarregra do curta “Amor à primeira vista” produzido pela Capuccino Produções em 2012. Ministrou palestra “Minhas limitações, prisões e cárceres não podem aprisionar meu cérebro” no Presídio Feminino de Campinas.
É membro do Portal do Poeta Brasileiro, de onde foi vice-presidente, foi também coordenadora dos saraus da CENAPEC, entre outros.
Participou com lançamentos de antologias e o livro solo, acima descrito da XXI Bienal Internacional do Livro em São Paulo de 2010 e da Bienal do Livro do Rio de Janeiro de 2011.


Contagem regressiva rumo a 2013


Quando eu lhe desejar um "bom dia", "boa tarde" ou "boa noite", não será um ato meramente banal e mecânico e sim um desejo pleno.
Quando eu lhe disser "as mais ricas bençãos", junto às palavras proferidas, vai minha mais sincera oração em o Nome de Jesus para que elas cheguem a sua vida.
Ao lhe tratar carinhosamente de "amore" sinta-se fraternal e sinceramente querido(a).
Não uso palavras apenas como clichês são sim sentimentos reais que nutro para com vocês.

Teresa Azevedo

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Posse na Academia Nacional de Letras do Portal do Poeta Brasileiro

Ser bipolar não me afasta do mundo, através de minha fé em Deus meu Cuidador e Senhor, o carinho e amor da família e amigos, da Poesia e um tratamento bem orientado, integro-me a ele.


Entre reminiscências e espectros

Regozijo-me ao contemplar, nas mansões da memória, a presença de “espectros” iluminados, daqueles que amei e se foram desta vida, mas que jamais deixarão a sede de todo meu amor enquanto eu for viva.
Observem!
Regozijo-me, não me assombro, porque eles me reconfortam pelos benditos rastros em mim deixados. Não me assombro pois ainda que se tenham ido, daqui os amo com a mesma força e vitalidade como o faria se vivos fossem.
Sinto que nos dias em que juntos vivemos tantas alegrias, aliamo-nos para suportar angústias e superar derrotas, sustentamo-nos para lutar contra os inimigos e tudo o mais...
São YvisJosé PedrosMaria MadalenasJosefinasLiasEmíliosTanasAnasJorges, e tantos outros tios, tias, avós, sogra, amigos caríssimos. Vejo-os correndo entre nuvens, mulheres que flutuam dançantes, homens que dançam elegantes e, entre vestidos róseos esvoaçantes e fraques engomados, caminham eles por aqui e acolá, sorrindo e falando suas boas falas de outrora nos meus momentos “de agora”. Falas que me são conselhos, que me lembram alegrias. Alegrias das quais me recordo, recordo, recordo e recordo. Apenas recordo...
Não são fantasmas, não me assombram. São doces reminiscências e vivas lembranças.
Oh! Evocações minhas! Ainda que não vejam, não sintam, não falem, nem ouçam! Ainda que durmam até o dia do juízo... A Deus, aos meus pais, amado, filhos e a vocês dedico minhas conquistas.

Tornar-me acadêmica da Academia Nacional de Letras do Portal do Poeta Brasileiro, ocupando a cadeira 06 é uma delas. 

Ter meu pai de volta e recuperando-se a cada dia, após ter sido desenganado pelos médicos e minha mãe completar feliz e lúcida seus 90 anos é outra.

Se eu passasse todo o resto dos meus dias não seria capaz de relatar todas as bençãos e vitórias que o Eterno Pai me tem permitido a cada dia.

Teresa Azevedo
www.teresaazevedo.prosaeverso.net

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Livro solos e coletâneas - Teresa Azevedo


Livros solo e coletâneas - Teresa Azevedo


9° Sarau da Biblioteca “Adir Gigliotti”/CENAPEC em parceria com o Portal do Poeta Brasileiro


Convidamos a todos para o 9° Sarau da Biblioteca “Adir Gigliotti”/CENAPEC em parceria com o Portal do Poeta Brasileiro que acontecerá no próximo dia 1º/12/2012 - 15h na Estação Guanabara (CIS Guanabara/PREAC/UNICAMP) – Rua Mário Siqueira, 829, em frente à Praça Mauá/atrás da UNIMED) – Botafogo - Campinas/SP - Fones: 19 - 32337801 ou 19 - 32316369). 
A programação para o dia será a seguinte:
·  Abertura
·  Apresentação musical dos Corais “Pio XI” e “Vozes Amigas”Lançamento da Coletânea “CENAPEC/História e Poesia”
·  Poeta e escritor homenageado José Luiz Pires com seu livro “Poemas Inadequados" Editora Iluminatta
·  Palco aberto para manifestações artísticas e declamações autorais.
·  Entrega de Menções Honrosas a poetas, amigos e artistas
·  Apresentação de performance natalina por Vilma Ferreira Leal Bueno e Toninho Paschoa
·  Exposição conjunta de artistas plásticos, dentre eles: Adriane Lima, Aryadne Aleixo, Lairce Vasconcelos, Maria Conceição Arruda Toledo, M. Santiago e Rafael Azevedo.
·  Coffe-break interativo com dança árabe apresentada por Chadrah S. Clauren Xavier
Entrada franca

Os participantes concedem a Biblioteca “Adir Gigliotti”/CENAPEC, Portal do Poeta Brasileiro e CIS Guanabara/PREAC/UNICAMP os direitos de uso de imagem do evento para suas finalidades institucionais.

Contamos com você!

Venha conhecer e compartilhar os projetos e iniciativas da Biblioteca Adir Gigliotti/CENAPEC – Associação Centro Auxiliar de Pesquisas Culturais (Rua Mogi das Cruzes 255 - Chácara da Barra - Campinas/SP) www.cenapec.org.br
 CENAPEC é uma associação organizada para fins não econômicos, mantida atualmente, com recursos constituídos de contribuições de Pessoas Físicas e Jurídicas.
 Tem o objetivo principal de fomento à leitura, divulgação do livro, formação da identidade cultural e construção de conhecimento para o exercício pleno da cidadania.
 Criada em 2003 para permitir à Comunidade o acesso gratuito ao Acervo da BIBLIOTECA ADIR GIGLIOTTI, é qualificada como OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), declarada de Utilidade Pública pela Prefeitura Municipal de Campinas (Lei n°12559/06), Ponto de Cultura Nacional, ganhadora do Prêmio Escola Viva, uma iniciativa do Governo Federal e do CENAPEC - (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária). 
Teresa Azevedo
Coordenadora do Sarau
 (55-19)92759014/81569740

9° Sarau da Biblioteca “Adir Gigliotti”/CENAPEC em parceria com o Portal do Poeta Brasileiro


Convidamos a todos para o 9° Sarau da Biblioteca “Adir Gigliotti”/CENAPEC em parceria com o Portal do Poeta Brasileiro que acontecerá no próximo dia 1º/12/2012 - 15h na Estação Guanabara (CIS Guanabara/PREAC/UNICAMP) – Rua Mário Siqueira, 829, em frente à Praça Mauá/atrás da UNIMED) – Botafogo - Campinas/SP - Fones: 19 - 32337801 ou 19 - 32316369). 
A programação para o dia será a seguinte:
·  Abertura
·  Apresentação musical dos Corais “Pio XI” e “Vozes Amigas”Lançamento da Coletânea “CENAPEC/História e Poesia”
·  Poeta e escritor homenageado José Luiz Pires com seu livro “Poemas Inadequados" Editora Iluminatta
·  Palco aberto para manifestações artísticas e declamações autorais.
·  Entrega de Menções Honrosas a poetas, amigos e artistas
·  Apresentação de performance natalina por Vilma Ferreira Leal Bueno e Toninho Paschoa
·  Exposição conjunta de artistas plásticos, dentre eles: Adriane Lima, Aryadne Aleixo, Lairce Vasconcelos, Maria Conceição Arruda Toledo, M. Santiago e Rafael Azevedo.
·  Coffe-break interativo com dança árabe apresentada por Chadrah S. Clauren Xavier
Entrada franca

Os participantes concedem a Biblioteca “Adir Gigliotti”/CENAPEC, Portal do Poeta Brasileiro e CIS Guanabara/PREAC/UNICAMP os direitos de uso de imagem do evento para suas finalidades institucionais.

Contamos com você!

Venha conhecer e compartilhar os projetos e iniciativas da Biblioteca Adir Gigliotti/CENAPEC – Associação Centro Auxiliar de Pesquisas Culturais (Rua Mogi das Cruzes 255 - Chácara da Barra - Campinas/SP) www.cenapec.org.br
 CENAPEC é uma associação organizada para fins não econômicos, mantida atualmente, com recursos constituídos de contribuições de Pessoas Físicas e Jurídicas.
 Tem o objetivo principal de fomento à leitura, divulgação do livro, formação da identidade cultural e construção de conhecimento para o exercício pleno da cidadania.
 Criada em 2003 para permitir à Comunidade o acesso gratuito ao Acervo da BIBLIOTECA ADIR GIGLIOTTI, é qualificada como OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), declarada de Utilidade Pública pela Prefeitura Municipal de Campinas (Lei n°12559/06), Ponto de Cultura Nacional, ganhadora do Prêmio Escola Viva, uma iniciativa do Governo Federal e do CENAPEC - (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária). 
Teresa Azevedo
Coordenadora do Sarau
 (55-19)92759014/81569740

domingo, 7 de outubro de 2012

Sarau da CENAPEC em parceria com o Portal do Poeta Brasileiro


Ontem tivemos um delicioso e descontraído Sarau da CENAPEC em parceria com o Portal do Poeta Brasileiro na Estação Guanabara/PREAC/UNICAMP, que está localizado atrás da UNIMED Campinas. Na oportunidade além de ouvirmos lindas e emocionantes poesias, apresentações musicais, pudemos regalar nossos olhos com as belas e alegres telas da poeta, contista e artista plástica Dalva Saudo, uma das homenageadas da tarde. Dalva também lançou seu primeiro livro "Fragmentos de uma vida colorida" e ao final dançou um samba com o também poeta Roby Salgado. O poeta e escritor Fábio Renato Villela, outro dos homenageados com treze livros publicados, ganhador de muitos prêmios e militante plenamente ativo da mais genuína poesia nos concedeu o prazer de sua presença.
Otávio José Leonardi, Presidente da CENAPEC entregou o certificado para a homenageada e Aline Romariz, Presidente do Portal do Poeta Brasileiro entregou o certificado para o homenageado a Fábio Renato Villela.
A singela homenagem que lhes prestamos é merecida e mínima diante do maravilhoso trabalho de ambos.

Reitero aqui meu convite a todos a comprarem seu livro "Fragmentos de uma vida colorida" que está completo em poesia e realidade de uma mulher inteira, o que podem fazer através do link abaixo:

http://www.agbook.com.br/books/search?utf8=%E2%9C%93&what=Dalva+Saudo&sort=&commit=BUSCA
Eu li cada linha e amei!

Do mesmo modo convido a todos a conhecerem o rico trabalho de Fábio Renato Villela, que não poupa tempo em pesquisas e conhecimento para preparar seus livros. Suas poesias retratam um homem sonhador e romântico. Já seu livro "Sobrevivendo com o câncer" é um desnudar de um ser diante de uma situação de tamanha gravidade apavorante como um câncer. Sua luta desde 1999, quando a doença foi diagnosticada até hoje ele é um exemplo de superação e coragem. Para conhecer e adquirir sua obra entre nos links:
http://fabiorenatovillelaescritor.blogspot.com.br/
http://fabiorenatovillela.blogspot.com.br/

Beijo enorme a todos e minha gratidão a todos que estiveram conosco nesse dia memorável.
Aproveito para desde já convidar a todos para nosso próximo Sarau que acontecerá no dia 1º/12/2012, 15 h, na Estação Guanabara, Campinas. Não percam. Teremos muitas surpresas e confraternização.

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Comportamento natural do portador de Transtorno Afetivo Bipolar (T.A.B.)


Comportamentos naturais aos portadores de Transtorno Afetivo Bipolar (T.A.B.):

Desertor se faz com um cantarolar involuntário,
marca de pungentes fases de euforia.
Heranças de um transtorno, fiel companheiro.
Ignorando a resistência segue indiferente.


Na órbita da Lua, longínquos da terra se vão os pensamentos. 
Entre histórias de carochinhas: eloquentes desvarios e,
mórbida realidade escrachada e crua.
Libertina desordem por pretexto de fuga.
Melhor o subterfúgio insano do que o enfrentamento cônscio.
Clássica conduta de auto-defesa imposta pela psique.

sábado, 1 de setembro de 2012

Agora equilibrada novamente.
Doses normais de medicação.
Dias tranquilos, sem grandes desgastes.
Volto ao trabalho na segunda.
Quero controlar minhas atividades para não sofrer tanto, vamos ver o que consigo...



Ah! Esta ponte entre estados de espírito.
O constante trajeto de subir e descer.
Pouco importa, se desistir não existe.
Se em persistir consiste o dia-a-dia de ser.

domingo, 19 de agosto de 2012

Se o cantar dos pássaros me parece distante...

Vou tocando a vida sim, mas não como gostaria.
Sinto-me restrita aos cômodos de minha casa por opção ou escolha depressiva.
É do sofá da sala, em meio aos filmes, muitos filmes... Tentando encontrar neles o "up" que necessito, mas apesar de gostar das histórias, muitas até baseadas em fatos reais, sinto não passar de fantasias.
Neste momento, uma fantasia é o que tem sido minha vida.
Para o quarto abraçada a um dos travesseiros, tentando criar histórias que não vem, ânimo que não existe, tendo como escape o sono e o abandono de mim
Ou então na cozinha, entre um e outro copo de água, ou um café fresco e uma fatia de pão, intercalando refeições rápidas salgadas ou doces, quentes ou frias. Divirto-me com frutas geladas que me descem como alívio goela abaixo.
Minhas estadas no banheiro também rápidas, entre um xixi e outro, ou o escovar os dentes e ver-me horrível no espelho. As chuveiradas espaçadas a mais de um dia não me animam tanto assim.
Na lavanderia me sento a pensar em nada, tentando encontrar coragem para me organizar e lembro-me de tudo o que há para fazer e do nada que consigo.
Quando consigo colocar as roupas para lavar, levo tempo para pendurá-las e depois dobrá-las e separá-las já me é tarefa impossível nestes dias.
Um olhar e outro para o computador, que até parece cansado e sem vontade de nada como eu.
Na mesa de trabalho, acumulam-se sonhos, projetos para os quais minha incapacidade parece só aumentar.
Nas poucas vezes que atrevo-me a sair, por ter que fazer e não por querer, tudo o quero é concluir e voltar ao meu sombrio recanto.
Meu filho e nora insistiram para que eu saísse ontem, fomos a uma sorveteria, ver as pessoas, a claridade me  apavorou, tive vontade de sair correndo.
Como que prisioneira de mim vou vivendo e torcendo a cada instante para não submergir, ao contrário, quero voltar a fortes braçadas nadar ao alcance da paradisíaca praia de meus dias.
Meus dias, que são eles hoje, apenas vegetativos e totalmente improdutivos.
Sinto-me cansada, muito cansada. Indolente e incompetente, Desprovida de mim, um desafeto me embala e o cair da noite é tal qual o amanhecer deles.
Neste mundo obscuro em que me encontro, ainda confio em Deus e sei que me livrará do meu mal e dos meus dias de dor. Creio apenas creio no mais íntimo de mim...

domingo, 12 de agosto de 2012

Pai
Figura forte e magnânima.
Espelho de coragem, força e determinação.
Carisma, exemplo a ser seguido, baluarte da edificação FAMÍLIA.
Instituído por Deus para liderar seu clã e conduzi-lo através de sua existência e além.
Lembro-me do meu que ainda que por meses se ausentasse, seu carinho e força marcavam sua estada.
Ainda que tantas falhas tivesse, minha memória dele guarda dele só os bons dias de outrora.
E hoje quando o vejo contido e tão presente, em completo amor o contemplo.
Ou ao olhar ao pai dos meus três filhos, dois de coração e um biológico.
Minha gratidão não tem tamanho, de ampla que é se estende ao mundo.
Meu amor por ele mais me eleva a alma e
Meus dias se colorem em brocados de felicidade.
Hoje, Dia do Pais, levanto um brinde a estes
Que me são tão caros e aqueles que em cada lar é representado.
Minha oração a Deus é para que os faça compreender sua importância tamanha.
Encha-os de força e sabedoria, mas que em seus corações não falte amor e compreensão jamais.
E cada um de nós filhos que somos, saibamos valorizá-los mais e mais.
Parabéns por seu dia Pai!

Teresa Azevedo

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Funcionária UNICAMP lança romance sobre o drama pela busca de doadores de órgãos e tecidos


http://www.unicamp.br/unicamp/noticias/2012/07/27/funcionaria-lanca-romance-sobre-o-drama-pela-busca-de-doadores-de-orgaos-e

Funcionária lança romance sobre o drama
pela busca de doadores de órgãos e tecidos

27/07/2012 - 15:50


  • A escritora e funcionária, Teresa Azevedo
  • Livro será lançado no dia 4
A escritora e funcionária, Teresa Azevedo
A escritora e funcionária, Teresa Azevedo
Livro será lançado no dia 4
Livro será lançado no dia 4
A poeta, escritora e funcionária da Unicamp, Teresa Azevedo, lança no dia 4 de agosto (sábado) o romance Caramelos emaranhados, que narra o envolvimento entre dois casais e o drama pela busca de doadores para um filho com insuficiência renal crônica. O lançamento acontece às 16 horas, em Campinas, na Estação Cultura “Prefeito Antônio da Costa Santos” (Praça Marechal Floriano Peixoto, s/nº).
“O romance conta a história entre dois casais que estão com problemas de relacionamentos, um no casamento e outro no noivado. E há um envolvimento entre estes dois casais, do rapaz que se separa com a moça que ainda é noiva. Eles têm um filho e esta criança vai apresentar, no futuro, problemas graves de insuficiência renal. Paralelamente, descobre-se que esta criança é do primeiro relacionamento da moça. E aí começa todo o drama do pai adotivo em busca do outro pai porque ele não consegue doadores para a criança. Além de tratar de todos estes problemas de relacionamentos como amor e perdão, a ideia é despertar para a questão da doação de órgãos e tecidos. Eu espero que a história motive as pessoas para a doação de órgãos”, conta a escritora, que atua na área administrativa da Gráfica da Unicamp.

Teresa Azevedo começou a escrever poesias em 2009, com o prenúncio da aposentadoria na Unicamp, que deve acontecer em 2013. “Estou a um ano e meio da aposentadoria. E quando a aposentadoria começa a chegar perto, você começa a ficar meio desesperada, sem saber o que vai fazer dali pra frente. E foi aí que eu comecei a escrever”, conta.

A partir de então, ela já publicou sete livros: os autorais Caramelos emaranhados (romance), Espelhos & Olhos(pensamentos e frases), Faíscas de Paixão (prosa e poesia), Peripécias de Poeta (prosa e poesia), Reflexos no Espelho (pensamentos e frases), Poéticas Confidências Libidinosas (poesia), Poesia com Brandy (prosa e poesia) e a coletânea Homenagem a Aline Romariz - cinquenta anos de vivacidade e luta poética.

A autora foi contemplada com o 1° lugar na categoria Crônica do Mapa Cultural 2011 - fase municipal (Campinas) com a crônica “Encontro de Três Tempos” e com o 4º lugar no XXXI Concurso Internacional Literário Edições AG. O romance de Teresa Azevedo, publicado de forma independente, está a venda nos sites:www.agbook.com.br e www.clubedeautores.com.br.

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Entrevista hoje

Bom dia meus queridos!

Darei uma entrevista na Radio Brasil Campinas (1270 Campinas) Hoje (20/07/2012) - Programa Brasil Agora, com Sérgio Rodrigues, das 14-16h.
Conto com sua audiência.
Abraços

Teresa Azevedo
INVISTA NESTA MARCA!
Preserve o Meio Ambiente, sem ele não há vida, amor, poesia!
(55-19)92759014/81569740

terça-feira, 17 de julho de 2012


Campinas 17 de julho de 2012

Teresa Azevedo
19 92759014 / 81569740
tematus-e-marcateresaazevedo.blogspot.com.br




Publicação de romance lança campanha de doação de órgãos e tecidos
A TemaTus & Marca Teresa Azevedo acaba de publicar o romance “Caramelos Emaranhados”, que lança a “Campanha de Doação de Órgãos e Tecidos.

SINOPSE:
 “Caramelos emaranhados” é um romance emocionante, uma viagem pelos medos, fraquezas, morte, incompreensão, carências emocionais e físicas, paixão, amor, doação, ciúmes. Ora canta o amor eros, ora o amor fidelis. Mostra as consequências de atos impensados e trafega pelas dores e dificuldades de pacientes com insuficiência renal crônica. Ligações inexplicáveis entre irmãos que jamais se conheceram são descritas, fazendo-nos imaginar como a mão de Deus trabalha nas vidas das pessoas de forma surpreendente.
O fechar das cortinas não se dá no último capítulo em que a história é contada, mas sim com a invocação de todos que o leem para se que disponham à doação de órgãos, informando suas famílias sobre este desejo. Uma campanha de esclarecimento sobre como ser um doador e onde obter informações, mas também uma convocação ao caráter solidário de cada um de nós que poderá ser encontrada nas últimas páginas.

O livro está à venda através dos sites www.agbook.com.br e www.clubedeautores.com.br.

SOBRE A AUTORA:
Teresa Azevedo é poeta e escritora. Desde 2009 publicou sete livros: os autorais "Caramelos emaranhados"(romance), “Espelhos & Olhos - pensamentos e frases”, “Faíscas de Paixão - prosa e poesia”, “Peripécias de Poeta” (prosa e poesia) “Reflexos no Espelho” (pensamentos e frases), “Poéticas Confidências Libidinosas “(poesias sensuais) e “Poesia com Brandy” (prosa e poesia), e a coletânea “Homenagem a Aline Romariz - cinquenta anos de vivacidade e luta poética”.
Participou de várias antologias pelo Portal do Poeta Brasileiro, Poetas do Desassossego de Portugal e outros.
Foi 1° lugar na categoria Crônica do Mapa Cultural 2011 - Fase Municipal (Campinas) com a crônica “Encontro de Três Tempos” e 4º lugar no XXXI Concurso Internacional Literário Edições AG. Ganhou medalha de ouro em 2011 e 2012 no concurso do blog Erotismo com Arte com o conto “Um Intruso Adorável” e “Adeli, à flor da pele”.
Foi roteirista e contrarregra do microfilme “Amor à primeira vista” e no curta “Magenta & Carmin” participou como figurinista assistente e contrarregra, como trabalho de conclusão de Curso do Curso “1º Set de Cinema da Capuccino Produções em 2012.
Ministrou palestra “Minhas limitações, prisões e cárceres não podem aprisionar meu cérebro” no Presídio Feminino de Campinas. É membro do Portal do Poeta Brasileiro e coordenadora dos saraus da CENAPEC, dentre outros eventos artísticos.

domingo, 15 de julho de 2012

Novo Romance



É com uma satisfação imensa e a sensação de dever cumprido que comunico a publicação de meu primeiro romance "Caramelos emaranhados".

Sinopse:

“Caramelos emaranhados” é um romance emocionante, uma viagem pelos medos, fraquezas, morte, incompreensão, carências emocionais e físicas, paixão, amor, doação, ciúmes. Ora canta o amor eros, ora o amor fidelis. Mostra as consequências de atos impensados e trafega pelas dores e dificuldades de pacientes com insuficiência renal crônica. Ligações inexplicáveis entre irmãos que jamais se conheceram são descritas, fazendo-nos imaginar como a mão de Deus trabalha nas vidas das pessoas de forma surpreendente.
O fechar das cortinas não se dá no último capítulo em que a história é contada, mas sim com a invocação de todos que o leem para se que disponham à doação de órgãos, informando suas famílias sobre este desejo. Uma campanha de esclarecimento sobre como ser um doador e onde obter informações, mas também uma convocação ao caráter solidário de cada um de nós que poderá ser encontrada nas últimas páginas.
Minha expectativa é a de poder alcançar o coração dos leitores, já que esta é minha proposta de vida. Nunca fazer qualquer coisa apenas por fazer, mas sempre com um objetivo maior que resgate no ser humano o que ele tem de melhor, a começar por mim.

Para adquiri-lo acessem um dos sites abaixo:
www.agbook.com.br
www.clubedeautores.com.br


Aguardem notícias sobre o lançamento.

Abraços



Teresa Azevedo
www.teresaazevedo.prosaeverso.net
www.transtornobipolar-relatoscontnuos.blogspot.com.br